Com grande mobilização dos servidores do Ministério Público na Sala Sarmento Leite, o Coordenador-Geral do SINDPERS, Thomas Vieira, acompanhou, nesta terça, 03 de março, a Reunião Ordinária da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Fábio Branco (MDB). A expectativa é que a comissão aprovasse o relatório do Projeto de Lei 511/2019 que estabelece o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCS) no Quadro de Pessoal de Provimento Efetivo dos Serviços Auxiliares do Ministério Público do Rio Grande do Sul, com relatoria do deputado Sérgio Turra (PP), o que acabou não se efetivando, em função de um pedido de vista do deputado Luiz Henrique Viana (PSDB). Ao final da reunião, o diretor do SINDPERS também aproveitou a oportunidade para reforçar, junto ao deputado Fábio Branco, a necessidade da apresentação do parecer do PL 14/2018 (Auxílio-Creche).

O dirigente também enfatizou a importância de se acompanhar a tramitação do PL do Plano de Carreira dos Servidores do MP, pois isso servirá de indicativo para a tramitação de eventual proposta de reestruturação da carreira das Servidoras e dos Servidores da Defensoria. Inclusive, relembrando, a Administração Superior ficou de apresentar nos próximos proposta de reestruturação do Plano de Carreira dos servidores da Defensoria Pública para avaliação da categoria. O tema foi tratado durante encontro do Defensor Público Chefe de Gabinete, Rodrigo Gomes Pinho, e o Defensor Público-Assessor de Gabinete, Rogério Souza Couto com o Coordenador-Geral do SINDPERS, Thomas Vieira, no dia 27 de fevereiro na sede da Defensoria Pública.