No dia de hoje (24) os Fóruns de quase todas as comarcas do estado do Rio Grande do Sul amanheceram em greve. A deliberação sobre o tema ocorreu em Assembleia Geral da categoria, realizada no último dia 17, em frente à Assembleia Legislativa do RS. Entre as pautas do movimento paredista, está a rejeição ao PL 93/17, que prevê a extinção dos cargos de Oficial Escrevente, situação parecida com que as servidoras e os servidores da Defensoria Pública do RS viveram entre 2016 e 2018, com o famigerado PL 174/2016.

Os servidores do judiciário também reivindicam valorização por parte da Administração do Tribunal de Justiça, enfatizando que são, por 11 anos seguidos, o melhor Tribunal do país, segundo pesquisas do Conselho Nacional de Justiça, mas que quase 5 mil servidores não tem Plano de Carreira, que estão submetidos a um congelamento de salários de mais de 5 anos e que percebem, a título de Auxílio-Refeição, a metade do valor que recebem os magistrados.

Por entender que as pautas são mais do que justas e também pelas similaridades entre os problemas enfrentados pelos servidores do Poder Judiciário do RS e pelos servidores da Defensoria Pública do RS, o SINDPERS manifesta apoio incondicional ao movimento paredista. TODO APOIO À GREVE DAS SERVIDORAS E DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO DO RS!!