A Diretoria Colegiada do SINDPERS foi recebida na tarde de ontem (11) pelo Defensor Público-Geral, Cristiano Vieira Heerdt para tratar de diversos temas relacionados à Campanha Salarial 2019 da categoria. Participaram do encontro os diretores Cristina Schwarz, Mariane Ceconello e Thomas Vieira, representando o SINDPERS e, por parte da Administração Superior, além do Defensor Público-Geral, o Defensor Público Chefe de Gabinete, Rodrigo Gomes Pinho, e o Subdefensor Público-Geral para Assuntos Administrativos, Antônio Flávio de Oliveira. Na ocasião, a Diretoria do Sindicato entregou ao Defensor Público-Geral um documento que explica sinteticamente as razões de cada pleito da Campanha, bem como um estudo feito pela Diretoria Executiva sobre a situação da categoria, perante as demais integrantes do sistema de justiça do RS.

O Defensor Público-Geral recebeu os documentos e se comprometeu a dar os devidos encaminhamentos, ao longo do segundo semestre, verificando a viabilidade de cada um dos itens apresentados pelas Servidoras e pelos Servidores, a fim de “ver no que se pode avançar nas discussões”. Também sugeriu que o Sindicato deva se reunir com as áreas responsáveis por tratar cada um dos temas trazidos na pauta, ponderando que “nem sempre a Administração dará a resposta que o sindicato quer, mas que os itens não ficarão sem resposta”. Destacou que, apesar de o cenário legislativo atual ser bastante difícil, isso não pode ser impeditivo para avançar na valorização da categoria, e afirmou que “a prioridade agora é a valorização do servidor”, usando como exemplo a questão da regulamentação do Prêmio por Produtividade.
Na avaliação do Coordenador-Geral do SINDPERS, Thomas Vieira, “a reunião foi bastante positiva, considerando a disposição da Administração Superior de dialogar e de encontrar alternativas para vários dos pleitos da campanha. Fundamental destacar que a ideia de haver reuniões com os setores envolvidos nos temas da Campanha partiu do próprio Chefe da Instituição, o que mostra que podemos ter um bom caminho pela frente”.