Após intensas articulações ao longo do ano, os últimos entraves alegados pelos deputados foram superados. Na reunião da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa foi deliberado o protocolo do Projeto de Lei de Reposição dos Servidores da Casa Legislativa. Mais tarde, a reunião do Colégio de Líderes celebrou acordo para inclusão do Projeto de Lei dos Servidores do TCE em Ordem do Dia. Com isso, na próxima terça-feira (13), os projetos da Defensoria Pública, do Tribunal de Justiça, do Ministério Público, do Tribunal de Contas e da Assembleia Legislativa estarão aptos a serem votados. A estratégia das entidades sempre foi de manter alinhados os Projetos de Lei de reposição de servidores, aumentando o quadro de interessados na aprovação das matérias, fortalecendo a mobilização e o poder de pressão sobre os membros do Parlamento.

Os servidores seguiram mobilizados desde a manhã. Na reunião de líderes, o grupo fazia pressão às portas da sala de reuniões do presidente da ALRS, onde o colégio de líderes se reúne para deliberar sobre a pauta da Ordem do Dia. Outro grupo seguiu para a sala da bancada do PTB, onde estava o governador eleito Eduardo Leite (PSDB), que se manifestou contrário à aprovação das matérias relativas às reposições. Os representantes dos servidores apresentaram estudo com comparação entre os ganhos remuneratórios de diversas categorias do Poder Executivo e dos demais Poderes e Instituições com Autonomia nos últimos 8 anos, bem como um estudo do SIMPE/RS sobre o aumento da participação do Poder Executivo no Orçamento Geral do Estado, frente aos demais poderes, e sobre o que foi feito por parte do Ministério Público com as sobras de verbas da última reposição salarial (8,13%, em 2016), cujo destino foi pagar benefícios aos Promotores e aos Procuradores.

Na próxima terça-feira (13), os projetos devem ser votados. O SINDPERS seguirá mobilizado e com a mesma disposição CONVOCA TODAS E TODOS a estarem no Plenário 20 de Setembro da Assembleia Legislativa para lutar pela aprovação do PL 13/2018, bem como para defender a retroatividade da reposição.

Os servidores da sede serão liberados pelo Gabinete individualmente, mediante contato do próprio Gabinete, em acordo com o sindicato. O encontro será às 14h direto no Plenário 20 de Setembro. Os servidores que vierem de fora da sede devem entrar em contato com o Coordenador-Geral do SINDPERS, Thomas Nicolas Vieira, ou com o Coordenador Financeiro e de Patrimônio, Kleiton da Silva Matos, para ver ressarcimento de deslocamento.